A Falsificação Popperiana é Útil em Biologia?

Download PDF
Tempo de leitura: 3 min

Por Paul Nelson

Meu orientador de doutorado me disse uma vez, depois de ler um rascunho meu do capítulo sobre o teste de ancestralidade comum universal: “Você está muito interessado em falsificação, Paul. Não é assim que a teoria da evolução funciona.”

Bem, tudo bem. Não se quer forçar uma teoria a uma camisa de força filosófica, se a teoria estiver indo bem, como está.

Alguém deve querer ALGUMAS consequências, no entanto, se uma teoria afirmar que “De acordo com a nossa teoria, A é o caso, exceto se A não for o caso.” Se o galo estiver sobre a cerca, como diz o ditado popular, choverá amanhã ou então não vai chover amanhã. Temos todas as possibilidades cobertas: nossa teoria é totalmente geral e abrangente.

Não é uma teoria saudável

Isso não é conhecimento. E isso não é uma teoria saudável.

Um editorial de acesso aberto (cujo título peguei emprestado para a manchete), pelo biólogo holandês Dave Speijer, vale uma olhada em relação a esta questão.

“A teoria evolucionária”, escreve ele, “nos convida a tolerar exceções.” Acho que isso é extremamente errado. Uma teoria que previsse as exceções a suas regras e generalizações transmitiria conhecimento. Uma teoria que “tolera exceções”, no entanto, terminará em um mapeamento 1:1 com o que se observa – nesse caso, a teoria não está funcionando, simplesmente vagando atrás dos dados como um filhote de cachorro na coleira.

Racionalizando previsões com falha

Stephen Jay Gould gostava muito da noção de “contingência”, que ele usaria para racionalizar a imprecisão das predições. Se isso parecer um julgamento duro, considere a última frase deste artigo, comentando a posição de Gould:

Os organismos tendem a alcançar soluções semelhantes para problemas semelhantes, mas dado tempo suficiente (ou seja, evolução) (ou uma população pequena o suficiente) e tudo é possível.

“Tudo é possível” pode até ser verdade – mas não finja que você tem uma teoria que está explicando alguma coisa. Você não tem.


Original: Paul Nelson. “Is Popperian Falsification Useful in Biology?” February 11, 2020.


Júnior Eskelsen
Sobre Júnior Eskelsen 255 Articles
Responsável pelo portal tdibrasil.org e pela página Teoria do Design Inteligente no Facebook. Colabora com as atividades do movimento do Design Inteligente no Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*