Derrubando o Naturalismo Metodológico

Download PDF
Tempo de leitura: 3 min

Baseado em texto de Paul Nelson: Do You Like SETI? Fine, Then Let’s Dump Methodological Naturalism

O naturalismo metodológico decorre do naturalismo filosófico, que é uma doutrina filosófica segundo a qual todas as “explicações” científicas devem se referir, de forma exclusiva, a causas naturais.


O Naturalismo Metodológico(NM) tem sido invocado para deixar o Design Inteligente(DI) fora da Ciência, mas a Ciência pressupõe o NM? E caso fosse realmente pressuposto eliminaria o DI?

Ora, se o NM fosse pressuposto não teríamos o SETI, a arqueologia e outras áreas de investigação; teríamos a ontologia problemática como na Teoria da Emergência e freios absurdos na epistemologia como demonstra Paul Nelson:

Epistemologia – como sabemos – e ontologia – o que existe – são ambos afetados pelo naturalismo metodológico. Se dissermos: “Não podemos saber que uma mente causou x“, estabelecemos um limite epistemológico definido pelo NM, então a nossa ontologia compreendendo causas reais de x não incluirá mentes.

Como diz Paul Nelson, qualquer conhecimento se tornaria impossível:

Você é certamente uma causa inteligente, porém, a sua inteligência não recai na física. (...) Para explicar os efeitos que provocam no mundo - tais como seu e-mail, um padrão real - nós devemos nos referir a você como um agente único. 

– Paul Nelson

E esses são reais pressupostos da Ciência. Na verdade o mais interessante disso tudo é o tentar separar o homem da natureza, como se fossemos um caso especial e, ao mesmo tempo, negar isso. Mas não é preciso ir tão longe, a inteligência em agentes existe em diversos níveis na natureza

Basta imaginar uma sonda encontrando algo como isso na superfície de Marte:

Ninho de Furnarius rufus, o joão-de-barro.

Opa, aí seria motivo pra comunidade científica correr inferindo possibilidade de vida não? Uma formação não trivial em pleno planeta vermelho? Ah sim, isso é algo que se encaixa no filtro explanatório de Dembski por sinal e nas investigações de Abel, positivo pra inteligência porque a vida e seus produtos são design inteligente.

Removendo uma amostra é possível perceber que a configuração não trivial é composta de porções dispostas em camadas, logo, é resultado de acúmulo lento e gradual, mas não é trivial e nem se enquadra em causas naturais sem incluir agência, violaria o NM e então, estaria fora da Ciência?

Devemos rejeitar os princípios metafísicos que são pressupostos básicos da ciência pelo NM?

Superfície de Marte

A resposta você tem inequivocamente em sua mente neste exato momento.


Junior Eskelsen
Sobre Junior Eskelsen 141 Articles
Responsável pelo portal tdibrasil.org e pela página Teoria do Design Inteligente no Facebook. Colabora com as atividades do movimento do Design Inteligente no Brasil.

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*