Dificuldade nas Definições na Filosofia e nas Ciências

Download PDF
Ernst Mayr (1904-2005)

A dificuldade em definir precisamente os objetos de estudo é constante, tanto na Ciência quanto na Filosofia. Isso não elimina de modo algum todo conhecimento produzido. Atualmente os próprios professores no Brasil apresentam desconhecimento sobre problemas em conceitos importantes em suas próprias áreas. Abaixo um exemplo, a visão de Mayr sobre a definição de Vida:

“Tentativas para definir a ‘vida’ foram feitas com freqüência. Tais esforços são simplesmente fúteis, pois hoje está perfeitamente claro que não há uma substância especial, um objeto, ou uma força que possam ser identificados com a vida. Contudo os processos da vida podem ser definidos. Não há dúvida que os organismos vivos possuem certos atributos que não se encontram, ou não se encontram da mesma maneira, nos objetos inanimados” (Mayr, 1998, p. 71).¹

Podemos destacar em seu pensamento sobre o assunto²:

1) A vida como tal não pode ser definida; por isso, uma definição clara não é encontrada.

2) A questão da definição de vida não é importante para a biologia.


Referências

[1] Citado em Aspectos históricos e filosóficos do conceito de
vida: contribuições para o ensino de biologia

[2] Apare em Definindo Vida

Texto original de 19 de dezembro de 2014(link).


Junior Eskelsen
Sobre Junior Eskelsen 139 Articles
Responsável pelo portal tdibrasil.org e pela página Teoria do Design Inteligente no Facebook. Colabora com as atividades do movimento do Design Inteligente no Brasil.

1 Comentário

  1. …”.Não há dúvida que os organismos vivos possuem certos atributos que não se encontram ou não se encontram da mesma maneira nos objetos inanimados”
    Pouco importa os inumeráveis atributos incomuns, os segredos estão nos poucos comuns.

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*